Tesão: muito além da carne

22 jul

     Sexo. Todo mundo faz, mas pouco fala-se a respeito do que realmente importa sobre sexo. Eliminamos o que é essencial no ato sexual e acabamos resumindo um momento que poderia ser mágico, cheio de criatividade, força e poder, em uma “boa trepada”. A idéia desse texto surgiu após uma conversa com uma amiga-irmã que me contava sobre uma pessoa que ela conhece que é super recatada sexualmente. Eu disse pra ela que tenho certeza que essa pessoa, essa mulher, está cheia de fantasias eróticas, cheia de tesão reprimido. Assim como todos nós! Criatividade sexual é inerente ao ser humano, logo fantasiamos e pensamos sim em sexo. E, se você não tem sentido tesão ultimamente – alerta vermelho!

      Explico. No ano passado fiz um curso de Tantra, filosofia e modo de vida que prega o prazer em cada pequeno detalhe da vida e o usa como ferramenta para o desenvolvimento da consciência. Ao contrário do Budismo, que nos manda ignorar os prazeres ilusórios que temos com nossos cinco sentidos, o Tantra nos aconselha a encontrar prazer em cada momento, ação e pensamento (explicando de forma bem superficial). Tantra significa libertação e o que mais podemos querer da vida? Eu gosto das duas filosofias e acho perfeitamente possível combiná-las: podemos viver prazerosamente, curtindo cada pequeno e grande acontecimento, mas não nos apegar ao prazer que sentimos, assim estaremos contentes  com ou sem ele.

      Uma das melhores lições que aprendi no curso foi a da importância de se sentir tesão todos os dias. Sim, tesão! Mas não só (mas também!) tesão sexual no sentido carnal e sim tesão pela vida, que nos enche de força e garra, que dá aquele gás de lutar pelo o que queremos. “Esteja 24 horas por dia excitado” disse meu corajoso professor. Assino embaixo! Faça do seu dia uma orgia de energia sexual (atenção, mais uma vez, não se limite ao fator carnal – ou vão me acusar de incentivar orgias sexuais e afins).

      O que nos esquecemos é que sexo é berço de criação, de troca de energias e de amor. É você e seu parceiro (a) se dedicando 100% (espero eu) ao outro, vivendo plenamente no momento presente. É um exercício meditativo quando feito com consciência. Quem enxerga o sexo como algo simplesmente carnal está saboreando (ou negando, como no caso da pessoa do primeiro parágrafo) apenas a cobertura do bolo. Para se chegar ao recheio temos de nos conhecer melhor e nos entregar a sutileza e a beleza da troca de energia no espaço silencioso do ato sexual (mesmo que você esteja embalado (a) por uma boa trilha sonora). É bem mais sutil e poderoso!

      Sexo é sinônimo de criatividade, pois ela é necessária para se criar tudo nessa vida, desde bebê até slogan de propaganda de remédio. Ao mesmo tempo, observe para quem você está entregando sua criatividade sexual. Para alguém especial? Que vai te respeitar, aceitar e dividir com você boas energias? Ou para um (uma) qualquer que vê em você um bom pedaço de fraldinha (apesar de não comer carne atualmente, sou mais fraldinha que filé mignon) mal passada? Conserve sua energia sexual e a entregue para alguém que a mereça! E quando entregar, faça-o de coração aberto, sem tabus ou idéias preconceituosas que nem suas são… provavelmente são da sua família, sociedade, religião…

      Em homenagem a minha amiga e a essa pessoa que ela conhece estou não só escrevendo esse texto, como também publicando um “poema” que escrevi há tempos. Publico ele aqui pra encorajar minha amiga que está com vergonha de dividir alguns dos pensamentos criativos (se é que você me entende) dela. O poema também é um bom exemplo de como o tesão pode ser redirecionado para vários aspectos (como a poesia) além do sexual. Por fim, publico ele para encorajar você, leitor, a deixar de lado as amarras do ego e fazer o que você tem vontade de fazer ou admitir o que tem medo de admitir. Somos todos seres em evolução e não existe certo ou errado (lembra do meu texto da semana passada?). Então, “se joga” e Namastê!

Run

Corro
Suo o tesão acumulado
Suo a cama vazia
Corro
Suo a língua imóvel
Suo a lingerie em desuso
Corro
Suo o corpo parado, encolhido
Suo o gozo solitário
Corro
Suo o que está por vir.

Anúncios

3 Respostas to “Tesão: muito além da carne”

  1. Fabiana Marques 22 de julho de 2010 às 3:08 pm #

    Adorei! Acho que as pessoas têm um pouco de vergonha de assumir/encarar seu lado sexual e acabam não sabendo muito como canalizar essa energia. Eu tento a cada dia! Beijos minha guru predileta

  2. Lívia Komar 22 de julho de 2010 às 9:21 pm #

    Uau! Amei!!!!!!!
    Tá faltando tesão na vida da maioria das pessoas, em todos os aspectos…A vida com alegria, com energia, com tesão, enfim, é muito mais gostosa de ser vivida.
    Beijos!

    • Lívia Stábile 27 de julho de 2010 às 4:20 pm #

      Obrigada pela presença Lívia! E gostei muito do seu blog!! bjo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: