Já tentou não pensar em nada?

21 out

Se um ser desse tamanho consegue, eu também vou conseguir né?

Se alguém me perguntasse um dia qual o defeito que mais me incomoda, eu responderia sem pensar: ansiedade. Ser ansiosa é como ter uma úlcera crônica, que te corrói por dentro nas horas em que você mais precisa ter calma.

Eu já tentei várias coisas para me acalmar. Terapia, respiração, chás, reiki, dança, yoga. Algumas funcionaram temporariamente, outras nem isso. E nenhuma me curou de forma definitiva. Ultimamente tenho apostado minhas fichas na yoga, mas ainda não consigo trazer os benefícios da prática para a minha vida. Estou aprendendo- tentando!

Comecei a yoga novamente há um mês, em um novo espaço e ao final da prática tem meditação. Vou contar um segredo: nunca quis meditar. Acho bonito quem medita, mas  dá preguiça. Para mim parece tão surreal simplesmente não pensar em nada… Entretanto, depois de ler Comer, Rezar, Amar fiquei um pouco mais curiosa e confiante. Além disso,tenho amigas muito próximas ( Livia principalmente) que afirmam realmente meditar e eu posso notar a mudança que isso trouxe para a vida delas. Dá vontade de tentar.

Há alguns meses fui para um retiro espiritual sozinha. Eu estava desesperadamente precisando de luz e sossego. Durante o retiro não fazíamos outra coisa a não ser yoga, kirtaans ( entoar mantras em forma de música, muitoooo legal) e meditar. Mas eu não meditava. Aproveitava esses momentos para tentar colocar ordem nos meus pensamentos, relaxar. Me fez um bem danado, mas a real é que eu sequer tentei meditar.

Pois bem, agora chegou a hora de eu tentar. E o resultado dessa primeira experiência é o que vou contar aqui.

A instrutora diminuiu as luzes, acendeu algumas velas e pegou seu violão.  Todo mundo sentadinho em posição de lótus, esperando. A melodia começou e todos passamos a entoar no mesmo ritmo Baba nam kevalam. Oba, essa é a parte que eu mais gosto, vamos lá: baba nam kevalam. Depois de um tempo, que me pareceu bem longo, eu já não conseguia acompanhar o ritmo. Uai, mas não é só cantar baba nam kevalan? Como é que eu posso ter perdido o ritmo. Peraí, ela tá falando baba nam duas vezes, pô, aí é sacanagem. Deixa eu tentar de novo… Quando eu finalmente pareço ter entrado no ritmo, ela muda novamente. Assim não dá. Como vou ficar sem pensar em nada se tenho que aprender essa musica que muda a toda hora? Abro apenas um dos olhos, meus colegas estão  cantando e sorrindo de olhos fechados, no ritmo perfeito, sem errar nadinha. Estou começando a ficar desapontada com minha incapacidade de entoar um simples mantra, quando a instrutora cessa a cantoria. Abro os dois olhos agora, e  todo mundo continua na mesma posição. E agora? Faço o quê? A instrutora deveria me instruir não? Ela parece ter me ouvido e começa a dar uns comandos.

-Inspire e expire. Deixe seus pensamentos passarem pela sua mente, sem fixar neles, apenas observe.

Ok, vamos lá. Pensamentos passando. Será que vai dar tempo de eu passar no supermercado antes de ir pra casa. Ops, pensamento passando, não vou fixar, só observar. Putz, eu queria ter escrito outra coisa naquele email. Podiam inventar um negócio que nos permitisse apagar emails enviados e não lidos né? Fabiana! Concentre-se. Pensamento passando, passando. Um, respira. Dois, solta o ar. Baba nam kevalm. Baba nam kevalam. Nossa, minhas costas estão doendo muito, será que posso me mexer? Abro os olhos novamente, a colega ao meu lado, enfermeira de 30 e poucos anos, está com uma cara bem meditativa. Do outro lado, um tiozinho gay também parece não estar pensando em nada. Aquilo era uma cara de quem não pensava em nada! Pô, como eles conseguem? Bom, eles estão aqui há mais tempo que eu. Agora vou ficar quieta. Só respirando. Inspira, expira. Inspira, expira. Inspira, expira. Inspira, expira. Apagão, silêncio total e absoluto. Xi, cochilei. Será que alguém percebeu?  Será que passou muito tempo? Vamos lá, concentrando de novo. Inspira…

– Amados, muito obrigada pela prática de hoje e Namastê.

Quê? Já acabou?  

Anúncios

8 Respostas to “Já tentou não pensar em nada?”

  1. Biz 21 de outubro de 2010 às 4:02 pm #

    Fabi, sou uma das alunas da Livia e acredite, melhora! Depois piora e melhora denovo hehehe
    Depende muito do meu humor do dia conseguir desligar ou nao mas “sera que vai dar tempo de passar no mercado depois” penso em absolutamente todas as aulas 🙂
    Bom saber que nao sou a unica!

  2. Abner 21 de outubro de 2010 às 4:24 pm #

    Gente, como nunca tinha passado aqui anteeeees? HAHAHAHAHA! Amei o texto! Onde é esse retiro?
    beijoca

    • Fabi Marques 21 de outubro de 2010 às 4:38 pm #

      Volte sempre honeyzito. Quer ir ao proximo retiro comigo? kkk

  3. Lívia Stábile 21 de outubro de 2010 às 4:57 pm #

    FAbi e Bia, vcs são hilárias!! AMOOOO as duas!! FAbi deusa, impossível parar de pensar!!! O negócio é sempre levar sua atenção do pensamento de volta para o mantra ou para a respiração!!! Mil vezes se preciso!! Não tem outra fórmula!!! E começo é sempre difícil, ainda mais porque na yoga são só alguns minutinhos de meditação… PAra mim, no começo, o ideal foi praticar meditação por 40 minutos e só nos últimos 10 eu sentia uma melhora e sentia conseguir acalmar a mente!! Relaxa que vc fez direito! E tente não se comparar aos outros nem a tentar controlar sua prática… Seu jeito de meditar vai ser único e especial, pois é só seu!! RElaxa and no expectations! Na hora certa acontece!! AMo+Saudade

  4. Fernando'' 6 de março de 2012 às 9:46 pm #

    gente tenho um amigo que ele e assim
    quando ela falo de vc ela tava lendo sua mente
    pq quando a pessoa tira as emoçoe4s da cabeça e pensa em nd consegue ler os pensamentos estou aprendendo mais pra isso preciso pensar em nd i e muito dificil

  5. giu carrazzone 7 de setembro de 2012 às 11:43 am #

    Amiga, eu ri tanto com este texto… esta é exatamente você! Fofa, pelo menos está tentando e isso já é uma grande mudança. Leia o “Poder do Agora” que vai te ajudar muito nisso. Tenho conseguido bastante ficar no aqui e agora. E observar de fora os meus pensamentos. Aos poucos a mente vai perdendo espaço para a realidade…. Te amo

  6. sales braga 7 de março de 2014 às 2:50 pm #

    fabi, exelente texto, vc é escritora ou algo assim,
    tnho facilidade em deixar em só observar os pensamentos,
    ja entrei em transe uma vez, foi segundos mais estive no vazio,
    a idéia é essa mesma aos poucos vc consegue meditar, percerber mais ñ pensar
    no supermercado.

    seu texto realmente é mto bom.

    abçs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: