No Divã

10 dez

Sentada na recepção não conseguia parar de morder os lábios…

O cliente do lado olhava de atravessado.

“Mais uma… ai ai coitada”, pensou suspirando.

As pernas cruzadas não paravam quietas e a saia rodada subia levemente, deixando um pedaço da coxa bem torneada de fora.

“Pelo menos tem um corpão”, observou.

– Sra. Vilma, pode entrar.

Entrou rapidamente. Afobada.

– Oi… desculpa vir fora do horário…

– Tudo bem Vilma. Como posso te ajudar?

– É… tive um sonho muito importante e queria te contar.

– Posso deitar no divã?

– Claro. Como preferir.

– Sei que nunca deitei antes, mas esse sonho é melhor ser contado no divã.

– Como preferir.

– É… posso começar?

– Sim.

– Eu anotei em um papel.

– Prefiro se você me contar o que lembra.

– Então tá.

– Ai meu Deus…

– Algum problema?

– Não… é vergonha mesmo.

– Vergonha do sonho?

– É.

Silêncio.

– Toda vez que você fica em silêncio eu falo algo super bobo. E eu já pesquisei na Internet e descobri que isso é uma tática de terapeuta viu?!

Silêncio.

– Ah, então tá né… O sonho…

– Então, eu estava deitada em uma cama bem grande e confortável…

Silêncio

– Nua sabe…

Silêncio.

– Você está me escutando?

– Sim.

– E… bem… Você estava do meu lado.

Começou a morder o lábio de novo. Olhava fixamente o teto. Tremia só de pensar em encarar o rosto dele.

– Ai não pensa que eu sou uma pervertida não tá. Te juro!

– Não penso. Continue.

– Tá. Então, você estava do meu lado, mas com um terno bem esquisito e um chapéu na cabeça. Uma coisa meio O Poderoso Chefão… Aí você me olhava com cara de reprovação, apesar de eu te provocar bastante.

– Sei.

– Você quer que eu pare?

– Depende de você.

– Gente, esse foi nosso diálogo no sonho. Aí que medo!

– E como você se sentia no sonho?

– Quer mesmo saber?

Silêncio.

– Me sentia ótima. Bem sedutora mesmo! Te provoquei na maior cara de pau. O problema é que você não fazia nada. Ups! Falei demais…

– Interessante.

– Interessante. Isso é tudo que você tem a dizer?

Silêncio.

– E então, o que você acha que esse sonho quer dizer? Por que eu estou bem passada com ele. Se meu marido descobre me mata. Aliás, se ele descobre que voc…

Silêncio.

– Que eu?

– Deixa pra lá.

– Tem certeza? Parece importante.

– Ai! Lasque-se mesmo. Que você é bem charmoso e tipão… Ele vai ficar fulo da vida.

Silêncio.

– Vilma, nossa relação aqui é profissional e eu estou aqui para te ajudar com seus desafios. Você está querendo me dizer algo hoje?

– Não… não sei. Estou bem confusa.

– Entendo. Quer falar mais sobre isso.

– Tô pensando se esse sonho é porque estou me sentindo atraída por você… Ou se é só falta do que fazer mesmo.

Silêncio.

– Poxa, meu marido viaja como louco. Minha frustração é grande sabe…

– Entendo.

– Pois é! Esse é o problema! E você entende tudo. Aí complica mais ainda. Charmoso, cheiroso e ainda entende tudo… Socorro né!!

Silêncio.

– Entendo. Penso que talvez seja melhor eu te indicar um outro profissional Vilma.

– Aí mais você já sabe tanto. Vou ter de começar do zero. Preguiça…

– Eu te compreendo, mas penso que outra pessoa, por quem você não tenha sentimentos ambíguos, vai te ajudar mais do que eu no seu processo. Como você se sente com essa possibilidade?

– Posso pensar.

– Sim.

– Aí, mas e o sonho ein?

– Quer falar mais sobre o sonho?

– Me dá uma dica! O que significa?

– O que você acha que significa?

– Putz. Sei lá! Tanta coisa na cabeça. Me ajuda!

– Prefiro que você pense a respeito. E também pense sobre o encerramento de nossos encontros. Acredito que será melhor assim.

– Vou pensar.

Silêncio.

– Mas, nem uma dica do sonho…?

– Bom, quando você decidir sobre sua transferência para outro profissional eu poderei elaborar ele melhor com você. Ou não.

– Que estranho.

– Estranho?

– Resposta estranha. Por que isso?

– Vilma, na próxima consulta traga sua decisão. Pense com calma. Eu estou te sugerindo outra pessoa para mantermos uma relação ética e para que possamos seguir sem maiores problemas.

Saiu meio cambaleante. Evitou olhar pra ele. Agradeceu e saiu rápido.

Voltou uma semana depois.

Encaminhou-se direto para o divã. Deitou. Cruzou as pernas. A bolsa colocou em cima da barriga. Olhando fixamente para o teto.

– É. Não dá pra continuar. Desculpa. Sonhei várias vezes com você. Sempre com a roupa de gângster…

– E você?

– Aí vergonha. Eu te provocando… nua.

– Sei.

– Então melhor parar mesmo né?! Você me desculpa. Eu sinto muito. Não faço por querer.

– Sem problemas. Eu te recomendarei para um ótimo profissional.

– Ai meu Deus, outro homem?

– É um problema pra você?

– Pode ser mulher.

– Sim, pode ser sim.

– Tá! E… agora você pode matar minha curiosidade e responder o enigma desses sonhos…

– Quer mesmo?

– Sim.

– Um momento.

Pegou o telefone.

– Letícia, cancela minhas duas próximas clientes. Demorarei mais que o esperado. E pode sair pra almoçar se quiser também. Obrigada.

– Nossa. É tão grave assim. Eu sou um desastre mesmo!

Caminhou vagarosamente até ela.

Abriu o armário ao seu lado.

Tirou um chapéu a lá Don Corleone de dentro. Colocou na cabeça.

– O chapéu era parecido com esse? Sorriu maroto…

Anúncios

4 Respostas to “No Divã”

  1. Bruno 10 de dezembro de 2010 às 6:08 pm #

    LiviaSan: http://WWW.Com.gratulations!!!!!!!!!
    Muito Bom, muito bom…..NOTA MIL, NOTA MIL !!!!!!
    ( em literatura clássica, desde Petronius Arbiter ate CONTOS DE LILITH!!!!!!!! )

    Ah ah ah ah !!! ….Já o preludio da sala de espera….já ia ser o curta mais premiado em Cannes e em todo circuito Cult do Leste Europeu !!! Muito bom !!!!

    Ps.: Ufa, eu andava meio desesperançoso desde aquele conto do assalto….rs, muito pesado pra mim! Muito obrigado
    BR

    • Lívia Stábile 11 de dezembro de 2010 às 10:09 am #

      Oi Bruno!! Que bom que gostou! Obrigada! Realmente o do assalto foi bem pesado… Até pra mim! MAs a história veio com toda força e tive de colocar no papel!!! Bjão

  2. Fabi Marques 12 de dezembro de 2010 às 8:34 pm #

    Amiga, que óooooooooooooootimo. adorei, tá arrasando com as crônicas amada. Beijos

  3. maildalyra 13 de dezembro de 2010 às 3:34 pm #

    Muito legal, to aqui rindo sozinha! hahaha. Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: