Estrela

12 dez

Axé não é meus estilo de música favorito. Se eu tivesse uma lista de estilos favoritos o axé sequer apareceria nela. Mas eu não tenho uma lista. Enfim, tudo isso para dizer que este post será de certa forma sobre esse determinado estilo musical, apesar de eu não apreciá-lo especialmente.

Ontem á noite eu fui a um show da Ivete Sangalo em Rio Preto. Eu adoro a Ivete, mesmo não tendo nenhum cd dela. Porque tem artistas que são assim, te encantam e te arrebatam por sua simples existência e é disso que quero falar. Desse tipo de estrela de primeira grandeza. Porque você pode não gostar de axé como eu, você pode até não gostar da Ivete, mas você vai concordar comigo que a mulher é um arraso.

Enquanto eu aguardava o início do show-festa (open bar- top) fiquei observando as pessoas que estavam ali como eu e tentando definir o que é exatamente uma diva da música. De uma coisa eu não tinha dúvida, eu estava prestes a ver o show da maior cantora nacional da atualidade. Como a gente percebe estar assim diante de uma estrela de primeira grandeza? Pelo público. Alguém que consegue levar para um show-festa , que começou mais de meia-noite, pessoas da idade dos meus pais ( a turma inteira de sessentões foi), mães lactentes com filhos recém-nascidos, casais desanimados que geralmente só saem para jantar, empregadas domésticas que jamais pisariam num recinto de exposições em outra situação e jornalistas metidas a besta que acham ter o mínimo bom gosto musical, só pode ser uma estrela – e das grandes.  O público de 18 mil pessoas gritando o nome da cantora não me deixa mentir.

Então o show começa. E ela entra. Aí se alguém ainda duvidava da grandiosidade da artista, pagou a língua no mesmo momento. Presença de palco, de espírito, bom humor e um carisma que seriam capaz de elegê-la presidente em primeiro turno. E não é só isso, ela é muito boa no que faz.  Pré-conceitos à parte em relação ao tipo de música. Ela tem timing, tem uma puta voz, a banda que a acompanha é bem talentosa. Eu, que já gosto dela de graça mesmo, acabei cantando todas as músicas, pulando que nem uma louca e perdendo uns três litros de suor. Não havia muita diferença  fã mais dedicada dela ( que compra todos os cds, dvds, etc, etc) e eu.  Entende o que quero dizer? Musa/ diva, é isso. Diante delas somos todos fãs de carterinha.

Eu me arriso aqui a dizer que ela tem tudo que precisa para se tornar uma estrela pop internacional. Só precisava cantar outro tipo de música…

Anúncios

Uma resposta to “Estrela”

  1. Lívia Stábile 13 de dezembro de 2010 às 11:58 pm #

    Olha amiga estou super de acordo! Fui no show dela aqui em Miami e a platéia era a mesma daí! Tinha de tudo e adoro isso! Ela é o máximo! Tem uma mega energia boa e sabe que é boa no que faz! Eu não sabia várias músicas, mas mesmo assim dancei que nem doida! Assim como todo mundo!E, se Lady Gaga faz sucesso cantando Alejandro, eu não vejo porque Ivete não fará cantando axé… MAs podia ser algo melhor mesmo… MAs, enfim… Queria ter ido com vc!!! Bjos+sau

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: