Não quer ser escravo de ninguém? Então perdoe!

27 jun

 Nada alivia mais que o perdão. Aquele verdadeiro, que vem de dentro do coração. Que vem com tanta força e naturalidade que parece arrancar e levar embora tudo o que não é positivo, tudo o que não nos serve mais. Eu vivi um desses momentos poderosos semana passada. Conversei com uma pessoa que foi muito importante pra mim (e que sempre será), mas que no passado me magoou muito, e eu sei que a magoei muito também. Levou tempo pra eu conseguir sarar as feridas e, na verdade, acho que elas só cicatrizaram de vez depois que conversamos. Quem guarda rancor, quem não perdoa, permanece ligado a sentimentos ruins, como um escravo amarrado em um tronco… Eu consegui me libertar! E você? Quem falta você perdoar?

 O perdão é um dos sentimentos mais libertadores que existem, pois com ele alcançamos o amor incondicional: aquele que não impõe nem espera nada em troca, aquele que aceita sem barreiras, sem “mas”, sem “se”. Ele abre nosso coração para o que existe de mais puro e permite que nos conectemos com nossa alma e a alma do outro. É nessa conexão que percebemos como somos genuinamente iguais, como somos espelhos um do outro, e como aquilo que nos irrita ou magoa no outro também faz parte da gente. Logo, como julgar ou condenar?

Meu momento de perdão foi genuíno. Senti que minhas palavras saiam do coração e sinto que as da outra pessoa também. Demos risadas, falamos de nossas vidas, planos, amigos famílias. Tudo com uma energia linda de passividade e sei que enquanto estávamos ali conversando algo muito mais superior, no plano espiritual e energético, estava sendo processado. E é isso que acontece sempre quando deixamos de lado nosso ego, nosso orgulho, e nos entregamos ao amor. O resultado foi um sentimento de leveza pura, de jogar fora um peso de 10 kilos de cada ombro, de respirar tranquila de novo, de saber que o que aconteceu foi necessário para nossa caminhada e que somos ambos especiais e ao mesmo tempo eterno aprendizes. No final, de forma mágica, só sobraram boas lembranças de tudo o que passamos, pois o resto (que não servia nem a mim nem a outra pessoa) foi definitivamente eliminado.

Lembro que para poder perdoar o outro, antes de mais nada, é importante se perdoar. Perdoar seus próprios erros, falhas, defeitos, pois são todos lições dessa jornada (em busca da auto-realização) chamada vida. Espero que um dia você possa viver isso. Espero que, caso você tenha ressentimento, mágoa, inveja, raiva, remorso no seu coração, você possa um dia se perdoar, ter compaixão por você mesmo, e depois por aquele (a) (s) envolvido (s) (a) nesses sentimentos. Compaixão, perdão, geram liberdade, geram amor, geram paz. E é isso que eu desejo a vocês! Tudo começa com a intenção (assim como começou meu processo). Logo, se hoje parecer difícil perdoar aquela ou aquelas pessoas que te feriram, comece com a intenção de perdoar-se e perdoá-la (s). Já é um ótimo início!! E depois conta pra gente como foi! Beijo no coração e Namastê!

Anúncios

3 Respostas to “Não quer ser escravo de ninguém? Então perdoe!”

  1. Kelly Passos 27 de junho de 2011 às 12:44 pm #

    Precisava ler isto. Estou em processo dê. Obrigada.

  2. Fabi Marques 27 de junho de 2011 às 12:57 pm #

    Lindo. Fico feliz por você. Beijos deusa.

  3. Helga 27 de junho de 2011 às 3:28 pm #

    Lívia, não é incrível como estes sentimentos vêm na hora certa? Quando estamos preparados? Também é de grande sabedoria esperar o momento certo para ouvir o que seu coração diz, tem momentos que é saudável deixá-lo sentir, mesmo que isso seja raiva, tristeza, medo… Sinto que aprendo muito com estes sentimentos, mesmo eles sendo negativos, o resultado de quem tem a intensão de aprender com as experiências sempre será positivo! é de muita coragem tentar perdoar a si mesmo e ainda perdoar ao próximo, quem consegue, cresce moralmente quase que uma vida inteira, é menos um ajuste a acertar e a paz que enche o coração é inexplicável. Digo isso porque também passei por situação parecida, muito conveniente (como sempre) seu blog. beijos, 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: