Vale a Pena Ver de Novo – Os 10 filmes mais “ reassistíveis”

22 ago

Existem alguns filmes que – independente de quantas vezes eu já tiver visto – se estiverem passando na televisão, acabo  vendo novamente.  Não são necessariamente os melhores filmes da minha vida, mas algo neles me desperta um desejo irresistível de sentar em frente à telinha e assistir tudo de novo. E mesmo com a eliminação do efeito-surpresa, ainda é possível me divertir e emocionar com cenas  que posso recitar os diálogos de memória.

Preparei aqui uma listinha com os dez filmes mais reassistíveis ( sim, neologismo) na minha humilde opinião. Alguns são obras-primas do cinema, outros nem tanto. A Julia Roberts e o Steven Spielberg estão em três deles. Tem desde sessão da tarde a filme de terror dos anos 80.  Fazer essa lista foi bem mais difícil do que eu imaginava. Estavam no páreo filmes como Ghost, O Poderoso Chefão, Forrest Gump, O Amor Não Tira Férias e Curtindo a Vida Adoidado.  Para conseguir definir exatamente quem merecia fazer parte desse Top Ten estabeleci como critério o fator atratividade 100%, ou seja: são os dez filmes que eu realmente não conseguiria deixar de rever caso estivessem passando em algum canal.

Divirtam-se.

Garota Rosa- Shocking ( Pretty in Pink) – clássico das sessões da tarde. O filme de 1986 conta a história de amor entre a pobretona (Andy Walsh)– que só usa Pink –  e o riquinho ( Andrew McCarthy). Destaque para os figurinos, o atrapalhado e apaixonado Duckie ( interpretado por Jonh Cryer , o Alan de Two and a Half Man)  Nunca mais vi a atriz principal. Por onde será que ela anda?  Roteiro de John Hughes.

Uma Linda Mulher ( Pretty Woman) –  a história da Cinderela moderna. Dispensa apresentações né? Lançou Julia Roberts ao estrelato e colocou Richard Gear no imaginário das mulheres.  Assisti  umas  dez vezes e não me canso de ver a Julia Roberts arrasando naquele vestido vermelho ou voltando cheia de sacolas para esfregar na cara da vendedora que a tratou mal. Querem cair duros? O filme já tem 21 anos! Direção de  Garry Marshall.

Os Goonies  ( The Goonies) – mais um campeão das sessões da tarde. O filme de Steven Spielberg é uma aventura de adolescentes que buscam um tesouro de piratas para salvar a família de um amigo que está falindo.  Destaques para o Slot ( irmão deformado  e comedor de chocolate, que acabou virando meu apelido por conta de uma alergia no olho que me deixava assim, meio Slot né Livia?), o gordinho que não consegue parar de comer nunca e as invenções do japinha. Ah e a cena do beijo entre Mikey (Sean Astin) e a namorada do irmão também é bem inesquecível. Tem livro, que eu comprei e li algumas vezes . O único do elenco que me lembro de ter visto depois foi o intérprete de Mikey, que está em Senhor do Anéis como Sam, um dos melhores amigos do hobbit Frodo.

Closer – Perto Demais  (Closer)  –  Para mim um dos melhores filmes sobre relacionamentos da história do cinema americano. Adoro cada diálogo, cada olhar, cada música. Elenco de peso: Julia Roberts, Jude “Lindo” Law, Natalie Portman e Clive Owen.   Preciso dizer mais alguma coisa? Direção de  Mike Nichols e aquela música linda que grudou na cabeça de 100% dos expectadores ( The blower´s daughter) e foi regravada por Seu Jorge e Ana Carolina.

Poltergeist – Melhor filme de terror de todos os tempos. Quem não se lembra da loirinha hipnotizada pela estática da tevê? E quem não teve, pelo menos por um dia, pânico  de palhaços ? Faz bastante tempo que não assisto e imagino que os efeitos especiais devem parecer toscos perto do que há hoje, mas ainda assim é um filme que vai me fazer prender a respiração, principalmente na cena das cadeiras que se mexem sozinhas. Saudade do cinema dessa época! Mais um filme de Steven Spielberg, que dessa vez assinou o roteiro e a produção.

… E o vento levou ( Gone with the wind) – o filme de 1939 foi o predileto na minha infância e pré-adolescência. Faz no mínimo uma década que não vejo, mas tenhocerteza que se ele estivesse disponível em algum canal eu veria de novo, por mais longo que ele seja. E olha, ele é looongo. Clark Gable e  Vivian “ Scarlet O´hara” Leigh formam um dos casais mais charmosos da história. E o fato deles não ficarem juntos no final torna o filme ainda mais inesquecível.

Um Lugar Chamado Notting Hill (Notting Hill )– Ao fazer essa lista me dei conta do quanto gosto da Julia Roberts e nem sabia. Pois então; adoro essa comédia romântica com toda minha força. Hugh Grant está ( é) um charme como o cara que se apaixona pela estrela de cinema. Destaque para o flatmate dele, uma das personagens mais engraçadas ever, interpretado por   Rhys Ifans .  Cena favorita? Julia chorando ao dizer: I After all… I’m just a girl, standing in front of a boy, asking him to love her.  Direção de Roger Mitchell, o mesmo de Quatro Casamentos e Um Funeral

Clube da Luta (Fight Club) – O filme de David Fincher , pela lógica, não deveria fazer parte de uma lista dos filmes mais “ reassistíveis”, já que o elemento surpresa , para muitos, é justamente a graça do longa. Claro que o impacto da primeira vez é inesquecível, mas o filme é bom demais para se ver uma vez só. Até mesmo para você entender melhor a surpresa do final. Para variar Edward Norton arrasa,  Brad Pitt também manda bem como Tyler Durden  e a esquisita Helena Bonham-Carter  interpreta um papel que cai como uma luva em sua esquisitice.  Os diálogos são memoráveis: “The first rule of Fight Club is: You do not talk about Fight Club”.

ET – o extra-terrestre– Primeiro filme a ultrapassar a marca 700 milhões de dólares, o blockbuster de Steven Spielberg merece todo crédito. Você só não assistiu se estiver morto ( ou se tiver menos de 12 anos, talvez). Minha cena predileta é do E.T. ficando breaco e Elliot tendo todos os sintomas à distância. História de amizade fofa. Pra quem não sabe, a meninha lorinha do filme é Drew Barrymore, que depois do sucesso do filme ficou viciada em cocaína e álcool e blá blá blá, mas se recuperou alguns anos depois e hoje tá aí fazendo todas as comédia românticas do mundo.

Lendas da Paixão ( Legends of the Fall) – Meu irmão trouxe a fita VHS quando fez intercâmbio nos EUA. Eu acho que decorei cada fala entre a personagem de Julia Ormond e Brad Pitt. E sou capaz de chorar de novo em seu reencontro na prisão. A história de três irmãos que se apaixonam pela mesma mulher numa época de guerra. Cena favorita: Tristan ( Pitt) volta da guerra e passa pela casa onde agora Suzana mora, casada com seu irmão. Observação importante: O Brad Pitt tá bem gato. Só perde para ele mesmo, em Tróia.

PS- Sempre que faço estes posts mega elaborados e trabalhosos ninguém lê. Mas tudo bem, sou brasileira e não desisto nunca.

Anúncios

13 Respostas to “Vale a Pena Ver de Novo – Os 10 filmes mais “ reassistíveis””

  1. Luis 23 de agosto de 2011 às 12:49 am #

    Eu li! rs… Concordo com alguns aí, mas tb tenho os meus: Um Sonho de Liberdade, Matrix, Show de Truman, Corra Lola Corra, Forrest Gump, qualquer De Volta pro Futuro (principalmente o 2), Curtindo a Vida Adoidado… Agora, os filmes que sempre me pegam pelo pé na TV são os do Adam Sandler. Sério, qualquer um com ele. É tiro certo.

    • Fabi Marques 23 de agosto de 2011 às 12:28 pm #

      Valeu, rs. Pelo menos vc e minha mãe. Concordo com os filmes de Adam Sandler, aliás Como se fosse a primeira vez quase entrou para minha lista. Corra, Lola, Corra eu vi um vez só! Preciso ver de novo. bj

  2. Fábio 23 de agosto de 2011 às 10:26 pm #

    Se depender do pai coruja e orgulhoso você terá sempre um leitor atento. Gostei do blog e fico imaginando o trabalhão de memória para recordar os filmes e as informações periféricas. Dos dez, também não deixo de assistir, pelo menos um pouco, quando passa de novo Pretty Woman, Noting Hills e ET. Meus outros “reassistíveis” são todos os do Peter Sellers (como Inspector Closeau) e muitos outros que não vou fazer esforço para lembrar agora. Bjs, Papai.

    • Fabi Marques 25 de agosto de 2011 às 1:04 pm #

      Lembro bem de vc viciado na pantera cor de rosa Papi! Te amo!! Beijos

  3. Bel Fonseca 24 de agosto de 2011 às 10:25 am #

    Oi, Fabi. Aqui é a Bel, amiga da Lívia. Eu também leio seus posts, adoro uma listinha de 10+. Só “E o vento levou” que eu não veria ;D. E colocaria “Flashdance” e “Footloose”. Adorei. Estou esperando a continuação da saga da Lívia. Está um barato. Beijocas.

    • Fabi Marques 25 de agosto de 2011 às 1:03 pm #

      Obrigada, Bel. Footloose e Flashdance entram nos meus top 20!

  4. Lívia Stábile 25 de agosto de 2011 às 12:33 pm #

    Lindona adorei o post. Temos VÁRIOS filmes em comum! Super legal!!! beijossssss

  5. Mirelle Assis 10 de setembro de 2011 às 5:46 pm #

    A Molly Ringwald de “A garota rosa-shocking passou um tempo afastada dos holofotes e hoje co-protagoniza e produz The secret life of the american teenager, uma série adolescente que aborda diversos temas como gravidez na adolescência, divórcio, traição…. com diálogos bem “abertos”, aproveitando a deixa, adorei a lista.. sou cinéfila de carteirinha mas eu acrescentaria Clube dos cinco, Funny Girl – Garota genial e sinfonia de paris!!!!

  6. provavelmentesimAndré Pádua 12 de setembro de 2011 às 4:56 pm #

    Como Bom cinéfilo não poderia deixar de comentar, eu chamo filmes assim, de filmes que passam na regra dos 15 anos, são filmes que você assiste acha foda, e depois de 15 anos reassiste e continua achando tao qual ou mais! Na minha lista teriam algums do Tarandino, Poderoso Chefão, Scarface, estou reassistindo Blade Runner, “Total Recall”, Touro Indomavel! Como bom nerd, não posso deixar passar “Star Wars” a primeira trilogia e Indiana Jones, quando criança chorei de verdade quando soube que “A ultima cruzada” seria o ultimo filme, assisti no Bristol com meu pai! E.T. foi o primeiro filme que vi em cinema, não tinha 1 ano. E Poltergeist morri de medo, tinha só 5 anos tabém, vai!

    • provavelmentesim 12 de setembro de 2011 às 5:27 pm #

      Tava esquecendo!
      Não podia deixar passar!
      O Primeiro filme que me fez chorar realmente: Coração Valente!
      Fodastico!!!

  7. Ana Andrade 22 de setembro de 2011 às 6:51 pm #

    Oi Fabi, sou lá do moleskine e vim te conhecer! Adorei o blog, e me indentifiquei com a lista. Também paro o que to fazendo pra vê-los, e se não dá mando um: caramba tô perdendo a sessão da tarde de hoje.
    Também super curto todos com Jude Law, acho que ele me hipnotiza, ou qualquer coisa assim!
    Bj!

  8. Mayara 2 de junho de 2017 às 10:37 pm #

    Oi! Eu li 😆

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: