Revisitando o passado blogger

16 out

Eu não sei se vocês sabem, mas eu criei o meu primeiro blog há mais de 10 anos. Para ser mais exata foi em maio de 2002. Naquela época pouca gente sabia criar um blog. Eram outros tempos. Postar links ou fotos era tarefa  apenas para os superentendidos de HTML, e só aprendi a mudar o tamanho da fonte porque tinha um amigo que trabalhava em um site e me ensinou uns truques.

Sinceramente nem sei o que eu tinha em mente quando comecei a postar. Não era um diário, pois ele era visto por algumas pessoas que eu nem conhecia, mas também não tinha pretensão alguma além de comunicar.

Tinha lá pouco mais de meia dúzia de fiéis leitores, que comentavam e achavam graça das minhas aventuras de caipira na capital. Então fui acreditando que escrevia algo que prestasse. Alguns anos depois, o título do blog  (Louco Cotidiano)  não fazia mais sentido para a jornalista que abandonou  a vida na metrópole por amor e se estabeleceu pacatamente em Ribeirão Preto. Mudei de blog, de endereço e de vida.

Tanto tempo depois,   bateu uma nostalgiazinha e resolvi limpar as teias de aranha desse meu primeiro contato com a vida blogger. Queria relembrar  o que eu fazia e pensava há mais de uma década. E o resultado foi decepção total. Que blog tosco! Que vergonha das coisas que eu escrevia/ fazia / pensava.  É dessa vida que tenho saudade?

Ai ai ai. Será que todo mundo sente essa vergonha alheia de si mesmo ao ler seus textos antigos?

Reler esses textos crus sobre o início da minha vida adulta ( que só falavam sobre baladas, homens, crise existencial) me deixou corada. Era isso mesmo que eu pensava, ou estava fazendo tipo para alguém que eventualmente me leria?  Não eram essas ideias que eu recordava possuir.

Isso tudo me fez refletir: quanto da nossa memória é real? E quanto a gente romanceia? Porque na minha cabeça eu era superculta, hype, tinha uma vida animadíssima, ia às melhores baladas do mundo. E a analisando friamente, meus posts mostram que não foi bem assim. Meu textos era dolorosamente banais e eu reclamava pra caramba de tédio.

Será que daqui alguns anos, quando eu ler os textos deste blog, alguns elaborados com tanto afinco ( cof cof cof), vou também me achar uma tosca,  etc? Será que parte da evolução do ser humano é revisitar o passado e constatar que está tudo muito melhor no presente? Ou isso é coisa de gente com autocrítica excessiva e cruel?

Será?

Anúncios

2 Respostas to “Revisitando o passado blogger”

  1. Bruno Imbroisi 17 de outubro de 2012 às 10:43 am #

    O que mais me impressiona nos seus textos é que eles sao tão viscerais, que as vezes parece que eu mesmo estaria escrevendo tais frases…. Muito obrigado Fabi!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: