Arquivo | janeiro, 2013

Precisamos falar sobre esse livro!

16 jan

kevin

Os recorrentes school shootings ( tiroteios em escolas) , apesar de chocantes, nunca haviam me tocado tanto quando este último em Sandy Hook. Acredito que pelo fato de ser mãe e as vítimas terem sido  na sua maioria crianças bem pequenas, com idade próxima a do meu filho, fiquei realmente incomodada e triste. Passei  três dias acompanhando as notícias, lendo tudo e tentando entender quais são os motivos que levam alguém a cometer um crime hediondo desses  ( não achei a resposta, claro).

Ao ver o pai de uma das vítimas em um programa de TV, demonstrar preocupação com o que a família do assassino pudesse estar sentindo, eu pela primeira vez pensei nisso. Como seria estar do outro lado? Como agir sendo mãe de um monstro?  O que sentir?

Coincidência ou não, alguns dias depois uma amiga citou o livro “ Precisamos Falar Sobre Kevin” , do qual eu nunca tinha ouvido falar ( e agora sei que  já tem até filme), fiquei  interessada e baixei  no mesmo dia( tecnologia, te amo).

Para minha surpresa o livro era justamente sobre isso. A mãe de uma “mass murderer” expiando sua culpa.  Da autora, Lionel Shriver ( a mesma de O mundo pós aniversário que já citei aqui ), o livro me agarrou de um jeito que preciso compartilhar com vocês.

O enredo e a reflexão são muito bons. A personagem principal é de uma honestidade dolorosa e sua visão seca e crítica da maternidade já vale o livro. Seu esforço em reconstruir mentalmente toda  a existência de seu filho e o relacionamento entre eles , numa tentativa desesperada de compreender exatamente o que deu errado e para onde ir depois disso.

O livro não é fácil de ler e nem de digerir, já aviso. Demorei mais tempo do que o normal para terminar ( tem 400 e poucas páginas),  mas me marcou para sempre.  É uma história que  incomoda, machuca e desconcerta. Fez com que eu refletisse sobre a natureza, boa e ruim, que existe em todas as pessoas, além de trazer um novo olhar para meu relacionamento com meu filho.  Virei fã da autora  de vez e lerei todos os livros dela a partir de agora. Sugiro que vocês façam o mesmo!

Recomendadíssimo!

Anúncios

Journey

3 jan

Symbol of the Journey

From the death of our unfulfilled love

I rebirth

I transform

I am grateful for the ashes I came to be from the fire in my heart

The fire is needed for one to become gold.

I am grateful for the attempts to shift and change

To mold and remold

To try, to strive

To cry out of the impossibility of making it work

To cry out concluding there were no more outlets but to leave.

I left with a pure heart, knowing my time had come

Knowing you were the greatest entrance to my truth.

First, the lessons from pain. Now, I choose to learn from love.

I choose freedom. I choose spirit.

I thank you for the long, deep, turbulent road.

I bless your path, I kiss your forehead.

Our contract expired.

My wings are open to the sky. My flight has no destination.

I cherish you and I let you go.

I dive deep in the blue unknown of my soul.

My journey is one full of grace and gentleness.

My heart leads me and it is all right.

%d blogueiros gostam disto: