Tag Archives: 2012

2012 e Sua verdade

2 jan

Feliz 2012 querido leitor! Que esse ano, mais do que suposições de fim de mundo ou de ataque de extraterrestres, acorde dentro de vocês uma vontade doida de SER o seu MELHOR, e SER a sua VERDADE. Acho que eu falo isso sempre aqui né, mas não custa relembrar em janeiro! Eu fui minha verdade desde os primeiros minutos de 2012, pois na passagem do ano estava meditando com amigos queridos. Não bebi, não usei vestido justo e salto-alto, não tirei dezenas de fotos com taça de champanhe na mão, não vi os fogos, mas adoro ver fotos de pessoas que fizeram tudo isso (e não tenho qualquer julgamento negativo sobre!!) ! Cada um se diverte de sua forma e, como já dizia Pessoa (um fofo) “tudo vale a pena quando a alma não é pequena” !

Meditar era meu único desejo para a noite de 31 de janeiro… Meditar para criar um mundo melhor, para ajudar outros (e eu mesma) a desenvolver a consciência em prol da evolução, para acalmar o coração e a alma na ausência dos meus pais e dos amigos queridos do Brasil, para pedir perdão e me perdoar pelas minha falhas em 2011, para lavar a alma de alegria, amor, luz e paz, para acordar dentro de mim a coragem e energia para seguir lutando pelo o que acredito, para lembrar quem realmente sou e que, assim como você, sou espírito de luz e sou uma com o mundo todo!

Espero que você siga lendo minhas idéias maluquinhas e minhas aventuras não menos malucas em 2012. E que comente muito, reclame, elogie, discorde, dê idéias! Manifeste-se!! E agradeço desde já sua presença em 2011 e em 2012!! Que a verdade seja e esteja sempre com você! Beijo no coração e Namastê!

Quem tem medo de 2012?

25 maio

Ninguém sabe o que realmente vai acontecer, mas todo mundo tem uma pulga atrás da orelha quando pensa em 2012. Livros, filmes, palestras, teorias das mais variadas, tudo que se pode imaginar já foi dito, mas no fundo, no fundo, não temos idéia do que vai, ou não, rolar. Eu tenho a minha teoria, claro, que é bem menos catastrófica que a versão hollywoodiana, mas não menos profunda no sentido da espiritualidade. Sinto (literalmente) que estamos chegando em um momento crítico da humanidade onde teremos de reaprender a viver, teremos de reaprender a ser. Parece papo de doido? Então siga lendo!

De acordo com textos Hindus, estamos passando pela Era de Kali (Kali Yuga) o que, sendo bem superficial, significa que estamos passando por um era de desonestidade, desrespeito em relação ao outro e à natureza, crimes, violência, sexualidade exacerbada (tudo a ver com nossa realidade), etc. De acordo com as escrituras, essa era tem 432 mil anos, dos quais já vivemos 5 mil. Mas, muita calma nessa hora! Não se desespere ainda. Os textos Hindus também falam que após Kali Yuga viveremos Satya Yuga (Satya em Sânscrito significa verdade absoluta), quando nos reconectaremos como nosso verdadeiro eu e com toda a nossa potencialidade e atributos positivos e divinos.

O bom dessa história toda é que, ainda segundo os textos, uma Yuga (era ou tempo) pode começar dentro de outra e, se alinharmos os dizeres Hindus com o que dizem os textos Maias, Satya Yuga está se aproximando da nossa existência de maneira muuuuito mais rápida do que os 432 mil anos (até porque vamos combinar que tudo hoje em dia está acontecendo em alta velocidade). Isso significa que estamos tendo a oportunidade de nos desenvolver e alcançar um nível existencial e espiritual nunca alcançado antes.

Se você, de repente, decidiu começar a frequentar uma religião, ou fazer terapia, ou se matriculou na yoga, ou quer ir em um retiro espiritual: parabéns!! Você está escutando a vontade do seu eu superior de estar preparado para a Satya Yuga. O planeta está em um momento de intensa transformação. A natureza e seus desastres são a mensagem mais clara disso. Eu não acredito no fim do mundo, não acredito em Apocalipse, mas acredito que chegaremos em um momento de separação mais clara da humanidade. De um lado estarão aqueles que querem evoluir espiritualmente, fazer o bem para toda a sua comunidade, abrir mão da competição e do poder cego, tratar o planeta como uma parte de si, buscar o contentamento desapegado de bens ou títulos.

Do outro lado estarão aqueles que querem seguir suas vidas material confortavelmente, tentando sempre tirar vantagem dos outros, buscando sempre mostrar que são melhores que os outros, não respeitando a natureza (Hello pra você que não recicla – estamos no século XXI e não mata ninguém usar 5 minutos por dia pra reciclar seu lixo. Quando estivermos todos morando em um lixão a céu aberto vou te ligar pra agradecer sua contribuição), tendo medo de perder a ilusória segurança (e bens) que tem. Os do grupo do parágrafo de cima vão trabalhar em prol dessa nova era (e já estão trabalhando) e conseguirão ter e manter uma paz interna real e reconfortante. Os desse parágrafo seguirão ansiosos, cardíacos, depressivos, rancorosos…

Trágico demais? Pode ser. Mas é nisso que acredito. Acredito que o planeta está se polarizando, está se tornando ainda mais dicotômico. Também acredito que chegará o  momento (pode levar centenas de anos, ou não) em que essa realidade não mais aguentará ser dual e, de alguma forma (que não tenho idéia de qual será), ela se tornará única… Será o momento em que saberemos que somos todos um. O momento em que viveremos a famosa unidade com Deus, com o cosmos, com o Universo, ou o que quer que seja que você quer chamar!

Tudo isso pode parecer papo de maluco e se você acha que eu sou maluca: ótimo! A vida já está lotada de gente normal!!! Mas fica aqui o recado: observe sua vida, veja o que você pode melhorar para o bem de todos (não só o seu), siga sua intuição (mesmo que ela te diga algo que parece brega, estranho ou ridículo), siga os recados das “coincidências” que a vida te dá. Acima de tudo, siga seu coração e faça o seu melhor! Fazendo o seu melhor, pode chegar 2012, pode chegar o dia do juízo final ou o que quer que seja: quem faz o bem recebe o bem! E essa é a lei Universal inabalável!! Beijo no seu coração e Namastê!

%d blogueiros gostam disto: