Tag Archives: marc ford

Vale a pena ouvir de novo

9 jan

Há três semanas ouvindo sem parar o cd da Joss Stone, resolvi dar uma folga pra inglesinha e percorri meu ITunes em busca de algo pra ouvir por mais umas três semanas seguidas. Porque eu sou assim, amo um cd e fico nele por dias e dias, até meio que decorar todas as músicas, enjoar e depois encostar o disco por uns meses. ( Não, isso não quer dizer nada sobre mim tá?)

Enfim, tirei o Marc Ford do castigo. Ano passado passei uns dois meses obcecada e decorando as músicas. Cheguei a postar aqui sobre ele [  https://tresnortes.wordpress.com/?s=marc+ford ]. E resolvi me repetir, porque o cara é MUITO bom. E olha, eu não entendo porra alguma de música. Mas se eu entendesse, diria que ele toca guitarra como poucos. Mas não entendo, então deixo para quem entende me dizer.

Infelizmente Ford não é muito conhecido, então é dificílimo achar vídeos de boa qualidade no You Tube.  Por conta disso, perdi horas buscando alguma coisa com qualidade decente, acabei encontrando tanta coisa  legal – e sem qualidade- que fiquei muito indecisa sobre o que  postar. Optei por ficar com o que realmente conheço e sei de cor.

Excepcionalmente vou colocar dois vídeos então, um com a música que gosto mais, entretanto a qualidade do vídeo deixa a desejar. A versão do cd Weary and Wired é bem mais legal e vale a pena um download. The Other Side.

O segundo e com melhor qualidade. Currents.

Dirty Girl

7 ago

Dizem que o gosto musical de alguém pode dizer tudo sobre essa pessoa. Não sei se concordo. O que o meu gosto pode dizer de mim? Geralmente eu curto determinadas músicas muito mais por razões sentimentais do que qualquer outro motivo. São canções que me lembram um lugar, alguém, uma fase ou momento.

E embora eu até acredite que tenha certo bom gosto, não sou expert em música, bem longe disso. Para terem uma idéia, eu tenho Ipod há cinco anos e somente de três meses para cá é que comecei a baixar alguma coisa. Não costumo ir atrás de conhecer novos sons. A não ser que eles venham até mim. E eles acabam vindo, de uma forma ou de outra.

Ainda assim, não é toda vez que conheço uma banda/cantor que me encanto por eles. Mas quando acontece, me rendo por completo, obcecada, apaixonada. Como faço com quase tudo que me desperta paixão nessa vida, aliás.

Há alguns dias fui apresentada ao som do guitarrista/cantor/compositor Marc Ford. Resultado: paixão à primeira ouvida. Estou vivendo um momento intenso de transformações e descobertas. Adolescência all over again. E o destino (?) colocou esse som pra ser a trilha dessa minha fase. Pelo menos musicalmente estou bem amparada, obrigada!

Ford foi guitarrista da banda Black Crowes nos anos 90, mas em 97 foi demitido, entre outras coisas por uso abusivo de drogas (imagino que pra dizerem que um roqueiro abusou de drogas, deva ter sido MUITO mesmo). Então partiu pra carreira solo. Em 2003 fez algumas coisas com Ben Harper, depois ensaiou uma volta com o Black Crowes e agora está sozinho novamente. O resultado é esse que vocês podem conferir no vídeo que estou postando, da música Dirty Girl ( my favorite), do CD Weary and Wired (2007).

Enjoy!

%d blogueiros gostam disto: