Tag Archives: seriado

Breaking Bad

27 out

Mr White ( Bryan Cranston) e Jesse (Aaron Paul) em seu primeiro dia de "trabalho" juntos

Há tempos eu vinha procurando uma série sensacional para ocupar a lacuna deixada por Lost na minha vida. Mas estava difícil. Não tenho mais tanto tempo livre para ficar testando séries aleatoriamente, até me apaixonar. Então comecei a pedir dicas para quem realmente entende do assunto. Diante de algumas sugestões, recorri ao Torrent para me presentear com alguns episódios . Uma destas séries foi Modern Family, mas tive o imenso azar ( e completa desatenção) de baixar a primeira temporada em russo. Deu preguiça de baixar de novo e parti para a segunda opção Breaking Bad.

Comecei a assistir despretensiosamente, sem nem saber direito qual era a trama. E então fui surpreendida da melhor maneira possível. Depois de muitos anos viciada em american tv-series eu já sei identificar rapidamente quando estou diante de um hit. E eu estou. Breaking Bad rules!

A história de desenvolve a partir de um americano médio ( Bryan Cranston – que por sinal é a cara do meu pai americano), professor de química de high school que ao descobrir ter câncer no pulmão resolve produzir crystal meth ( a droga mais fodida no mercado atual) junto com um ex-aluno ( Aaron Paul), para ganhar dinheiro e deixar para a família. E logo de cara acaba se metendo em um assassinato.

Improvável né? Sim e o show mostra justamente o quão absurda é essa escolha de vida. As cenas são realistas e até meio cômicas, com diálogos impagáveis. A direção é impecável e a atuação dos dois atores é simplesmente perfeita. Não é á toa que ambos já foram premiados com o Emmy por suas performances em Breaking Bad ( Bryan Cranston por três vezes consecutivas).

Eu ainda estou no final da primeira temporada e atualmente a terceira está no ar nos Estados Unidos ( não sei em que canal passa por aqui). E nada me faz mais feliz do que saber que tenho dezenas de episódios para baixar! Viciante! Confere aí e me conta.

Escolhi esse teaser que apresenta a série para quem tiver curisidade de saber do que estou falando!

Minha nova família: Braverman

19 jul

 

Lauren Grahan agora é Sarah Braverman. Adeus Lorelai!

It’s official! Agora tenho mais uma série para acompanhar. 

Quando morei nos Estados Unidos, há 15 anos, me apaixonei pelo mundo das séries. A primeira delas, My So Called Life, foi um vício pra toda vida e desde então jamais passei uma temporada sem ter ao menos uma série na qual sou viciada.  De lá pra cá muita coisa mudou. Naquela época o vício se resumia a ver os episódios conforme eles passavam na tevê. Havia reprises que a gente nunca sabia quando iam ser,  se a série teria outra temporada ou não era sempre um suspense. 

Hoje com a internet bombando, sites especializados em séries e programas especiais para baixar os episódios no mesmo dia em que são exibidos nos EUA, o vício adquiriu proporções muito mais divertidas!!! Para mim, o auge foi ver o Season Finale de Lost ao vivo, enquanto era transmitido nos EUA. Viva a tecnologia! 

Essa introdução toda foi só para contar que durante o  mid season, com fim de Lost, Gossip Girl  e Grey’s Anatomy em férias, encontrei uma série nova para amar! Parenthood. 

Estrelado por Lauren Graham (a Lorelai de Gilmore Girls),  Peter Krause (Nate Fisher de Six Feet Under),  Erika Christensen (Traffic, Swimfan) e Craig T. Nelson ( Poltergeist)  entre outros,  Parenthood é uma  série sobre família, que como sugere o nome,  fala sobre as dificuldades de ser pai, educar crianças e adolescentes, com todos os seus clichês.  A relação de intimidade e cumplicidade entre os quatro irmãos Braverman é coisa linda de se ver. Dá vontade voltar no tempo e criar uma intimidade com meu irmão que nunca tive.  E os diálogos são brilhantes! 

 Lauren Graham está ótima como Sarah, mãe separada de dois adolescentes que volta a morar com os pais porque não tem dinheiro. E se sente meio incapaz e decadente. Bem diferente de sua personagem de GG, mas  ainda com um quê de Lorelai ( Miss you Lorelai!). 

Peter Krause  também está ótimo no papel de Adam, pai de uma  adolescente que arruma o primeiro namorado e de um garoto de oito anos diagnosticado com Asperger, um tipo de autismo.  Até agora a cena mais emocionante que vi foi da mãe explicando para filha porque Adam, o pai, se comportava de maneira tão irracional ao descobrir que ela estava namorando. 

Filha: Ele está muito bravo? 

Mãe: Ele está mais é com medo do que qualquer outra coisa. 

Filha: Mas medo do que? 

Mãe:  De te perder… 

E corta pra ele na porta do quarto ouvindo tudo com o coração apertado. Confesso que lagriminhas saíram dos meus olhos. Mas eu não sou parâmetro porque choro com extrema facilidade. 

Parenthood não vai mudar sua vida, mas é uma daquelas séries gostosas de ver. Que te emocionam e divertem ao mesmo tempo.  No Brasil a segunda temporada passa no canal LIV, se não me engano às quintas-feiras. Mas, com acesso a internet e paciência,  você pode ver o dia que quiser!  Eu recomendo!

The Braverman, minha nova família da televisão!

%d blogueiros gostam disto: