Você nasceu pra quê?

5 nov

Você sabe qual é sua função aqui na Terra? Eu nasci para ajudar! Como posso ter certeza? Porque nada me oferece mais realização pessoal e conexão com algo superior (e divino) do que os momentos em que estou ajudando o próximo. Segundo a filosofia oriental, e entra aí Yoga e Ayurveda, todos nós nascemos com um objetivo de vida, com alguma (ou algumas) capacidade especial onde temos uma maneira única de expressá-la. Nos sentimos muito mais completos quando descobrimos nosso Dharma, ou, em Sânscrito, propósito de vida! Você sabe o seu?

Além de ser o seu propósito de vida, seu Dharma também é a maneira que você tem de ajudar a humanidade! Exagero? Claro que não! O Dharma da Ivete Sangalo é cantar e trazer alegria para seus fãs. O Dharma do Senna era correr e trazer o exemplo de disciplina, determinação e esperança para os brasileiros. O Dharma de um garçom é servir seus clientes com amor e receber respeito e consideração de volta. O Dharma de uma decoradora é trazer beleza e harmonia para as casas. O Dharma de um profissional de TI é criar ferramentas que facilitem a vida dos trabalhadores… Eles todos  encontraram seus propósitos de vida e por isso sentem-se (ou sentiam-se) realizados. 

Seu Dharma também pode ser um hobby e não sua principal profissão. Exemplo: você adora pintar quadros e dar suas pinturas de presente (embelezando casas); ou você ama cozinhar e reunir amigos e família (criando tardes ou noites especiais). O importante é descobrir o que te oferece um intenso prazer e satisfação. Tipo, aquilo que você simplesmente perde a noção do tempo quando está fazendo! Pode ser uma ou várias coisas, mas esteja certo que só você sabe fazer essa coisa de forma tão especial e ela é, de alguma forma, um serviço para a humanidade (no sentido micro e macro).

Quer saber como descobrir seu Dharma? Comece observando quais são as atividades que você mais gosta de fazer! As que você esquece do tempo! Atividades onde você produz algo ou divide seu tempo com alguém e sempre tem como resultado satisfação para você e para o outro! Por mais boba que ela possa parecer, estou certa de que é benéfica a você e a mais alguém e isso basta!! O mais interessante é observar que, quando estamos cumprindo nosso Dharma, a vida se torna mais leve, mais fluída e gostosa de viver! (Como nesse exato momento, onde estou escrevendo esse texto e expressando outro Dharma que se une ao principal de ajudar)Mas não se pressione! Estamos todos aqui em busca do nosso Dharma e muitos levam décadas (ou outras reencarnações) para descobrir!

Eu recebi a benção de saber que adoro ajudar! Não importa como, mas principalmente servindo como uma boa ouvinte e como uma espécie de guia onde, munida com meus conhecimentos, ajudo a pessoa a se reconectar com sua inteligência maior, aquela que vem do coração, da alma, e lhe traz de volta o equilíbrio e a alegria genuína! Sei que posso ajudar usando diversas ferramentas, como Yoga, meditação, Ayurveda, os florais que faço tanta propaganda, ou com muita conversa! Sei também que cada um tem seu tempo (inclusive eu!) pra crescer e florescer! Estamos todos no mesmo processo de auto-conhecimento e crescimento! E essa é a mágica e beleza da vida! 

Seguir meu Dharma me dá energia, curiosidade, alegria e paz interna! Peço diariamente para que minha vida seja guiada por meio dele e sei que ela é! A dica está dada então! Observe o que te dá muito prazer e contentamento e observe como nesses momentos você é muito mais que um ser humano: você sente-se (e é) um ser espiritual vivendo uma experiência humana! Essa é outra dica MEGA importante: somos, na verdade, seres espirituais tendo uma experiência humana e não humanos em busca de experiências espirituais! Te confundi? Ótimo! Pense a respeito! E siga seu Dharma! Beijo no coração e Namastê!!

Anúncios

6 Respostas to “Você nasceu pra quê?”

  1. Fabi Marques 5 de novembro de 2010 às 2:40 pm #

    Afe maria, que pergunta difícil. Eu não sei pra que nasci não… Qual meu dharma? Tentanto descobrir. Beijo

  2. Bruno 5 de novembro de 2010 às 7:01 pm #

    Eu nasci para plantar!
    É o que me deixa mais feliz!
    bjs
    BR

    • Lívia Stábile 8 de novembro de 2010 às 11:56 pm #

      Adorei BRuno! Eu tb amo plantar e sinto muita falta aqui… Ainda bem que logo logo vou para o BRasil! E vou levando várias sementes para plantar com meu pai! bjo

  3. Rebeca de souza kayatt 12 de agosto de 2015 às 12:56 am #

    Nasci pra amar

  4. ovaziodooceano 23 de julho de 2016 às 6:08 pm #

    Meu Deus, não sabes como me ajudou. Que todos os benefícios que eu produza a partir do cumprimento do meu dharma se expanda e toque você, minha querida e assim, igualmente, todos os seres do espaço sem fim. Iluminaste meu coração.
    Gratidão eterna.
    Que todos os seres encontrem seu dharma e a paz genuína.

    _/|\_ ❤

  5. valeumpostblog 1 de setembro de 2016 às 12:54 pm #

    Amei o texto, parabéns! Sinto que um dos meus dharmas, se isso é possível, é também ajudar, por diversos caminhos: minha palavra, meus textos, ouvindo, pintando. 😀
    Bjs..Thais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: